sexta-feira, 30 de setembro de 2011

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

LANÇAMENTO DAYTRIPPER - NOITE DE AUTÓGRAFOS COM FÁBIO MOON E GABRIEL BÁ EM SAMPA

Autor: Rubens Junior | Facebook | Twitter


Daytripper não é novidade no mundo. A hq foi lançada em série nos EUA, e faturou o Eisner Awards na categoria Melhor Série Limitada, entre outros prêmios. Logo a série ganhou encadernado americano simples. A novidade é que agora ela foi lançada encadernada, em português, na já famosa capa dura da Panini. Um acabamento de luxo merecido. Os autores Fábio Moon e Gabriel Bá estão percorrendo os principais eventos de hq do país, divulgando e autografando esta maravilhosa obra.

Eu não sou jornalista, muito menos repórter. Compareci na noite de autógrafos para o lançamento da fenomenal hq, pois admiro muito o trabalho destes talentosos irmãos, e queria garantir meu exemplar autografado. Como moro próximo ao Shopping Ibirapuera, cheguei até mais cedo para evitar prováveis "muvucas". Mas, ao perceber que eu era o único no local que fazia parte de alguma mídia, resolvi "botar o crachá de imprensa" e fiz a cobertura fotográfica de todo o evento. Era inadmissível artistas brasileiros, tão premiados internacionalmente, não terem nenhum registro mais elaborado no lançamento de sua obra de maior evidência, em seu país de origem. Até havia um fotógrafo oficial da Saraiva trabalhando, mas ele mesmo admitiu que, com tantos eventos realizados pela loja em todo Brasil, seria difícil garantir que todas as fotos seriam publicadas no site oficial da Saraiva. Na dúvida, eu mesmo garanti o serviço.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

ADEUS SERGIO BONELLI (1932-2011) - ARTIGO COM RESUMO DE SUA CARREIRA, ENTREVISTA EXCLUSIVA E HOMENAGENS

Autor: Rubens Junior | Facebook | Twitter

Sergio em sua última entrevista.

Nesta manhã de segunda-feira, dia 26 de setembro de 2011, faleceu Sergio Bonelli, um ícone no mundo dos quadrinhos, em Milão, na Itália. Aos 79 anos, Bonelli já apresentava problemas de saúde. Em agosto ficou internado no hospital San Gerardo, em Monza, mas se recuperou após alguns dias. Por isso sua morte pegou todos de surpresa.

Bonelli é mundialmente conhecido pelo seu incrível trabalho como diretor da Sergio Bonelli Editore, que publica os principais quadrinhos italianos (fumetti), como Tex, Zagor, Dylan Dog, Ken Parker, Mister No, Brendon, entre muitos outros. Para ter uma idéia de como o trabalho de Bonelli era importante, já tive amigos que odiavam hq's, mas colecionavam Tex.


Acompanhe abaixo um RESUMO DE SUA CARREIRA, com detalhes sobre seus pais e seu início como roteirista e editor, uma ENTREVISTA EXCLUSIVA de Bonelli concedida à revista italiana Sette em 28 de abril de 2011, onde Bonelli fala sobre seus personagens, a influência de seu pai em suas criações, o filme Dylan Dog, e algumas HOMENAGENS ao grande quadrinista, de Maurício de Sousa, Sidney Gusman, Júlio Schneider, Bira Dantas, entre outros.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

QUADRINHOS RASOS | HQ'S FEITAS A PARTIR DE MÚSICAS

Autor: Rubens Junior | Facebook | Twitter
Eu conheço o trabalho de Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho já há algum tempo, e admiro muito. Criar quadrinhos a partir de músicas, além de ser uma idéia original, abrange infinitas possibilidades. Apenas um trecho, verso ou estrofe que, na música, pode parecer até insignificante, pode ser interpretado nos quadrinhos de forma deslumbrante. A hq 84 postada no site Quadrinhos Rasos, na minha opinião, é o melhor exemplo do trabalho realizado. O trecho usado para desenvolver a hq foi extraído da música Carro Velho, da Ivete Sangalo. A música se refere a uma mulher que prefere namorar um cara que tenha um carro velho, que sempre dá problemas, do que com um cara com nenhum carro, pois "andar a pé, amor, é lenha". Veja abaixo a interpretação de Eduardo e Luís Felipe para esta música (obs: tivemos que separar a arte em 2 partes pois o blogger não carrega o tamanho original):

sábado, 17 de setembro de 2011

23º TROFÉU HQMIX | COBERTURA COMPLETA DA MAIOR PREMIAÇÃO DE QUADRINHOS NO BRASIL






Autor: Rubens Junior | Facebook | Twitter










Já começo dizendo que odeio eventos de premiação. O Oscar, Grammy, Globo de Ouro, Prêmio Multishow, etc... nenhum me entretêm nem um pouco. Após 5 ou 10 min. assistindo eventos deste gênero, minha mente já começa a divagar sobre outros assuntos, em outros lugares, e permanece apenas meu corpo presente. Obviamente, o motivo não é pela estrutura de tais eventos, que sempre priorizam a qualidade e elegância de forma praticamente impecável, em lugares bonitos e bem estruturados, com apresentadores bem articulados, modelos graciosas, tecnologia interativa, tudo nos "trinks". Porém, nada do que inventaram até hoje, desde momentos musicais, piadas, teatro, na tentativa de incrementar o momento, conseguiu aniquilar a imensa MONOTONIA que sempre predomina nestes eventos, até nos espectadores mais apaixonados. Vai dizer que você nunca dormiu tentando assistir ao Oscar até o final? Vai dizer que você nunca pensou "Nossa, demorô para cortarem o microfone desse cara"? A verdade é que estes eventos, no geral, são muito chatos. E isso é fato, principalmente, quando os vencedores são anunciados antes do evento (como foi o caso). Mas, há uma excessão: o Troféu HQMIX não tem naaada de monótono! Simplesmente porque os indivíduos que são homenageados são figuras extraordinárias, e dispensam quaisquer artifícios além deles mesmos para entreter. Nossos melhores quadrinistas são caras super divertidos (é mal da raça), muitos deles são grandes amigos de longa data e o bom humor predominou durante todo o evento. O 23º é o primeiro HQMIX que compareço, e dificilmente vou faltar nos próximos.

Acompanhe abaixo todos os detalhes deste grande evento, que recebeu nossa cobertura completa:

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

SÉRIES ANIMADAS DA DC EM FORMATINHO DA ABRIL

Autor: Rubens Junior | Facebook | Twitter


E para quem tinha saudades dos famosos "formatinhos" brasileiros, eles estão de volta. A Editora Abril, que não publicava quadrinhos de super-heróis desde 2002, voltou a publica-los com novos 4 títulos: AS AVENTURAS DOS SUPERMAN, BATMAN: OS BRAVOS E DESTEMIDOS, LIGA DA JUSTIÇA SEM LIMITES e OS JOVENS TITÃS.

Todos estes títulos são as adaptações em quadrinhos das famosas e bem sucedidas séries animadas para TV (surgiram nos quadrinhos, que foram adaptados para a TV, que foram adaptados para os quadrinhos). A verdade é que o imenso sucesso de todas estas animações é mérito do excelente trabalho de Alan Burnett, Paul Dini e Bruce Timm, quando se juntaram para produzir a série animada do Batman. Embora fosse um desenho animado, o roteiro era maduro e as ilustrações, embora bem simples, eram bem definidos, impactantes e criaram um estilo próprio para os personagens, com os grandes queixos, ombros e braços extremamente largos, e pernas finas. Com o grande sucesso da animação em todo mundo, logo surgiram diversas outras animações, que acompanharam exatamente o mesmo estilo: Batman e Robin, Batman do Futuro, Superman, Liga da Justiça, Liga da Justiça sem Limites, etc. Embora a série animada dos Jovens Titãs e Batman: Os Bravos e Destemidos não seja produzida pela equipe, adotando um gênero mais infantil para as tramas, é inegável as semelhanças e inspirações, que embarcaram na onda de sucesso de Burnett, Dini e Timm.

Foi uma boa iniciativa da Abril neste projeto, pois eu mesmo sou fã assumido das séries animadas do Bruce Timm, e fiquei ansioso para comprar as novas revistas, e saber se me agradariam tanto quanto as animações. Li a hq do Superman no final do dia, e realmente fiquei surpreso ao ter exatamente a mesma impressão que tenho ao assistir as animações. É o significado exato da palavra "adaptação". Formatinho 14,4 x 19,1 cm, no estilo "bloquinho", capa dura, 112 páginas, as 5 histórias de Mark Millar apresentadas na revista são muito legais e divertidas:

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

terça-feira, 13 de setembro de 2011

JUN: NASCEM AS PRIMEIRAS PALAVRAS

Autor: Rubens Junior | Facebook | Twitter


Embora eu já tenha idealizado muito do personagem e suas histórias, ainda não havia parado para colocar o texto no papel. Mas, um breve momento de insônia trouxe um belo momento de inspiração, e comecei a escrever o prólogo, algumas idéias e as primeiras histórias de Jun. Segue abaixo apenas um trecho do muito que foi escrito:

"Esperei muito tempo para vislumbrar o sucesso da sociedade na luta contra seus próprios males. Mas enxerguei apenas ela se asfixiar em seu próprio egoísmo e nas atrocidades que o acompanham, destruindo tudo e todos ao seu redor em benefício de suas próprias vaidades. Basta. Chegou o tempo de abandonar este sistema falido que a sociedade adotou e tudo aquilo que não é vida, e viver apenas do que é puro e natural ao homem e ao ambiente em que ele convive. Nenhuma mácula alcançará meu coração e ninguém corromperá meu habitat. Aceitei a incumbência que todos nós deveríamos aceitar: cuidarei dos derredores de onde vivo e protegerei esta harmonia com toda virtude que esta vida me oferecer. Finalmente entendo meu passado e aceito meu destino. Meu nome é Jun, e eu sou um Ninja."

Veja todos os posts sobre JUN aqui.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

MEU DIA DA INDEPENDÊNCIA VIROU DIA DE INCENTIVO AOS QUADRINHOS

Autor: Rubens Junior | Facebook | Twitter

Vamos admitir: de uma forma geral, em sua maioria percentual, o povo brasileiro nunca foi muito adepto à cultura. Mas, convenhamos, quadrinhos é uma cultura divertidíssima e, sendo assim, não é tão difícil ser incentivada. Por isso, neste 7 de setembro de 2011, Dia da Independência do Brasil, resolvi comemorar de forma diferente. Em primeira instância, já decidi que não iria gastar o feriado trabalhando e adiantando o serviço da próxima semana (como costumo fazer), e depois decidi que passaria meu feriado tentando formar novos adeptos dos quadrinhos. Na noite do dia 6, liguei para alguns amigos e combinamos de passar a manhã no parque do Ibirapuera (São Paulo) e assistirmos algum filme na parte da tarde. Porém, além do meu traje para jogar basquete, desta vez também levei para o parque algumas revistas em quadrinhos, não apenas para mim, mas escolhi a dedo uma hq para cada um daqueles que estariam comigo, dos quais nenhum é leitor de quadrinhos e, um deles, é até meio preconceituoso a respeito desta arte ("quadrinhos é coisa para criança"). No parque, após jogar um pouco nas quadras, deitei no gramado com o pessoal e introduzi o assunto sobre hq's. Comecei perguntando o que estavam achando destas adaptações que estão bombando no cinema, falei um pouco sobre a diferença entre os filmes e as hq's, até que abri minha pasta e comecei a distribuir as revistas para cada um deles. Inspirados pelo clima da conversa, eles leram a revista rapidamente e amaram as histórias.

sábado, 3 de setembro de 2011

DC NOVOS 52 | ARTIGO COMPLETO



O Super-Homem perdeu a cueca vermelha? Ele ganhou armadura ou vai andar de camiseta e calça jeans? Mulher Maravilha ganhou calça? Aquaman vai usar o gancho, a mão d'água ou o tridente? Na real... o que está acontecendo com o Universo DC???

Se estas são as suas questões e você é mais um daqueles que não acompanhou de perto e ainda não entendeu nada do que está acontecendo com os personagens e os títulos mensais da DC Comics, acompanhe esta matéria dividida em mais de 52 posts, com conteúdo completo de todas as novidades, imagens e resenhas de tudo que a DC tem preparado para o público para este final de 2011.

DC NOVOS 52 | BATGIRL

Roteiro: Gail Simone
Ilustração: Ardian Syaf e Vicente Cifuentes
Capas: Adam Hughes.

Barbara Gordon está de volta como Batgirl! Ela vai encarar os mais terríveis novos vilões da cidade, bem como os segredos obscuros de seu passado.

DC NOVOS 52 | ACTION COMICS

Roteiro: Grant Morrison
Ilustração: Rags Morales e Rick Bryant

Esta é a nova série do Homem de Aço diferente de qualquer outro que você já leu! Esta será a pedra angular de todo o Universo DC, e a base para suas histórias! Em momentos de fraqueza, o Super-Homem deve ser contido, mas por quem? E se o mundo não estava preparado para um homem com super poderes? E se estamos totalmente despreparados para a ira de um Super-Homem encurralado! O caráter de Clark Kent irá prevalecer sobre o poder do Homem de Aço? Acompanhe esta série e descubra os novos rumos de um Super-Homem que você nunca viu!

 
 
 

DC NOVOS 52 | SUPER-HOMEM

Roteiro: George Perez
Ilustração: Jesus Merino

As novas aventuras do Super-Homem começam aqui! O que é este Homem de Aço e como isso afeta Lois Lane e o Planeta Diário? Mas não há tempo para as respostas agora, pois há uma ameaça assustadora em Metrópolis e isso é um trabalho para o Super-Homem!

 
 
 
 

DC NOVOS 52 | SUPERBOY

Roteiro: Scott Lobdell
Ilustração: RB Silva e Rob Lean
Capas: Eric Canete

Eles pensavam que ele era apenas um experimento cultivado a partir de uma combinação de DNA kryptoniano com humano, o clone não era mais que um conjunto de dados para os cientistas do Projeto Nowhere. Mas quando o escopo de seus poderes impressionantes foi revelado, ele se tornou uma arma mortal! Agora a questão é: pode um clone desenvolver uma consciência?

DC NOVOS 52 | SUPERGIRL

Roteiro: Michael Green e Mike Johnson
Ilustração: Mahmud Asrar e Dan Green

Conheça Supergirl. Ela tem o comportamento imprevisível de uma adolescente, os mesmos poderes que o Super-Homem e nenhuma de sua afeição pelo povo da Terra. Portanto, não irrite-a!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...